...TATO...

Tato nasceu no Uruguai e é um imigrante de longa duração, daqueles cujo lugar está entre-lugares. É violinista desde cedo, começou no Candombé, e mais tarde mudou para um registro mais roqueiro. Por ora, diz que a sua arte é a pirogravura de couros e não a música.​